Ocorreu um erro neste gadget

Advertência!

O conteúdo deste blog pode, literalmente, projetar você para algum lugar no tempo-espaço...

Translate

08 abril 2009

Lugar comum (Para aquela que me chamou de clichê)

Posted on 4/08/2009 10:20:00 AM by Théo, desarmado por um sorriso..


Desperte e me veja com a perna por cima de sua cintura, viva comigo, ande ao meu lado pelo caminho de volta pra casa, me ouça falar desinteresses à mesa de um bar, ouçamos música durante a espera pelo sono, nunca mais tinha feito isso, vamos juntos ao circo, te contaria sobre minha época de palhaço e você riria mais do que com os do show, compremos presentes de última hora para nossos pequenos, finja pra mainha que gosta de novela, comente sobre com ela, perca horas conversando com minha vó, espante-se com suas lembranças tão longe, aceite cantar enquanto toco, beba mais um pouco comigo, conheça a minha vida, arrisque falar que me conhece bem pros meus melhores amigos, deixe que eu conheça tua vida, faça-me rir sempre e me apaixonar pelo seu bom humor, consiga que eu te provoque o riso, só para ver teu sorriso, converse deitada comigo, brinquemos de andar pela sala sem acender a luz, tão somente para ver quem reconhece mais nossa casa, perca a vergonha em eu te ver chorar durante o filme, não espere só eu sugerir cinema aos sábados, diga que adora dançar comigo, beije meus olhos, me morda sorrindo, goze comigo mais do que no sexo, gozemos da vida, leia o que te escrever, guarde todas as minhas cartas de amor, me faça gostar dos seus amigos, será fácil, olhemos juntos nossas mais antigas fotos, me dê uma filha, aceito filho, filhos, busque sempre minha mão enquanto caminhamos, fiquemos calados por longos minutos, falemos com os olhos e quase sorrisos, viajemos de novo pra praia, deixe-me cozinhar vez em quando, fotografemos sem parar, a mim, a você, a nós, aos outros, todas as coisas e pessoas, me conte sobre onde nasceu, ouça-me falar do meu tempo de escola, vamos rir com nossos novos amigos, briguemos, e nos desculpemos, vivamos. Desperte e me veja com a perna por cima de sua cintura, viva comigo, fica ao meu lado, agarremo-nos à vida para nunca mais cairmos, mas lado a lado, como pregadores do mesmo varal, conheça-me, só então poderá me chamar do que te for aprazível...

No Response to "Lugar comum (Para aquela que me chamou de clichê)"

Leave A Reply

Comente como queira...