Ocorreu um erro neste gadget

Advertência!

O conteúdo deste blog pode, literalmente, projetar você para algum lugar no tempo-espaço...

Translate

02 julho 2004

O Botijão Nosso de Cada Dia

Posted on 7/02/2004 01:29:00 AM by Pedro Neiva


Posted by Hello
Loading°°°by Facom - Ufba

"Vem ver com os próprios olhos,
vem ver a vida como ela é,
sem filtro na veia..."
(Na Veia - Dançando no Campo Minado - Engenheiros do Hawaii)

Há dois dias um guri veio me pedir dinheiro chorando, pedia seis reais pra "inteirar" o gás da família, o senhor de meia idade em frente a clínica oftalmológica já havia lhe dado a negativa e eu que passava na hora não pude me permitir negar. Só tinha cinco reais na carteira e notei que também precisava de ajuda (Deus me perdoe pelo humor negro).
Dei o dinheiro e me senti impotente pois o gás só dura cerca de um mês e agora mesmo não sei dizer o valor de um botijão, não sou eu quem compra mesmo... eu só faço girar o botão e o fogo acende como mágica! O cara da Brasilgás chega aqui de macacão azul com um no ombro, pede licença e coloca na casinha enquanto eu tomo café - toda vez eu me encontro na cozinha tomando café - enquanto o cachorro daqui fica uivando por causa daquela musiquinha do caminhão (deve haver alguma relação neurosensorial). Vez ou outra eu troco um botijão, faço de mal gosto e venho rolando ele por uns 30 metros, do fundo da casa até a cozinha vendo a hora daquilo explodir, pra não pegar peso, passo uma bucha encharcada de detergente e dou o aval técnico:
- Pronto tá beleza, não tá fazendo bolha não, entrega a Deus...

O guri estava quase em lágrimas como se eu fosse sua única chance, o último recurso. O cidadão de meia idade me olhou censurando como quem fala:

- Que nada ali vai gastar com droga ou outra coisa, família? isso é conversa!!

Penso de outra forma, penso que o direito deve ser dividido, o benefício deve ser dividido. Se um pedinte qualquer te pedir dinheiro você deve dar? qual o critério? Esmola para alguns é como um fundo de investimento, queremos até mesmo controlar onde e como ela deve ser gasta por outrem, já que ela saiu do nosso glorioso bolso.

-"Ali vai gastar com cachaça!" - talvez sim, talvez não... enquanto isso continuo tomando meu café placidamente, sem me importar muito com as formigas pidonas no meu açucareiro.


Hoje é feriado de Independência da Bahia e aniversário de meu irmão Bergson, parabéns em Neiva rarara!!!

No Response to "O Botijão Nosso de Cada Dia"

Leave A Reply

Comente como queira...