Ocorreu um erro neste gadget

Advertência!

O conteúdo deste blog pode, literalmente, projetar você para algum lugar no tempo-espaço...

Translate

29 agosto 2004

Longe dos Olhos, Distante do Coração

Posted on 8/29/2004 12:13:00 AM by Pedro Neiva

Quando se está longe de tudo pensamos de forma diferente, existe algo diferente, algo que nos coloca frente a frente com um questionamento qualquer que seja, a câmera escondida de 360°, a face oculta, outros olhos nus - não os seus de costume - outros... e você percebe que tudo continua do mesmo modo, quase estático numa espécie de areia movediça lenta e enfadonha, preguiçosa, uma gravidade de chumbo terrível beirando a inércia. Ora mova-se! você pensa, mover-se pra onde? vou mudar, vou fazer tal coisa, quero isso e aquilo, como? por onde começar? e nós sabemos por onde, mas algo nos barra, nos impossibilita a ação. Seria o medo? nãããooo acho que não, seria a descrença ou desânimo? talvez, mas realmente isso tem um nome, chama-se "olhos fechados", cegueira, imediatismo soberbo e burro... quando lembramos do passado admitimos a mudança com o tempo. A falta de malícia, inteligência, maturidade... ou o excesso de orgulho, egoísmo e preconceito é tão claro porém anos depois, por que não percebemos estas falhas no presente? um dia alguém nos trará a resposta mas enquanto isso, erremos! ide pelo mundo sem controle de sua mente, sem tempo de pensar no que vai dizer, sem tempo de filosofar e ver com outros olhos o que os olhos ainda não podem ver.
Algo comum pode se tornar raridade e algo raro pode se tornar banal "E tudo ficou tão claro/o que era raro virou comum/como um dia depois do outro/como um dia/um dia comum..." e essa mudança nos causa impacto, admiração de sentidos " E tudo ficou tão claro/um intervalo na escuridão/uma estrela de brilho raro/um disparo para o coração..." mudança de atitude essa é a chave, abre qualquer cadeado, abre qualquer porta.

No Response to "Longe dos Olhos, Distante do Coração"

Leave A Reply

Comente como queira...