Ocorreu um erro neste gadget

Advertência!

O conteúdo deste blog pode, literalmente, projetar você para algum lugar no tempo-espaço...

Translate

26 maio 2008

Para não parar de acreditar

Posted on 5/26/2008 11:05:00 AM by Théo, desarmado por um sorriso..



Toda vez que me canso de acreditar, sinto uma tristeza tão fria que parece não existir verão debaixo desse céu. Se fico quieto, querendo uma nova motivação, acabo por contentar-me com as de costume, afinal, não há sempre motivo novo que faça uma fé perdida florescer, nem quietude de vida que suscite frutos. Todo aquele que acredita é sempre mais forte na dor, e mesmo disso sabendo, me acomodo no vazio que a fuga de todas as minhas crenças produz. Minha fé é a saudade que possuo da minha infância, é também essa vontade em mim de reencontrar com alguém que não sou mais. Daqui a alguns anos saberei - talvez - o preço que o deixar de acreditar requer. Por enquanto, eu acredito. Acredito no amor que os jovens corações apaixonados juram, acredito que destino é o que fazemos com nossos passos, acredito no Único que possui palavras de vida, acredito na inocência dos meus pequenos, acredito nos soltos anacronismos parafraseados por Pedro em suas cabíveis épocas, acredito no pedido de perdão dos de coração contrito, acredito no choro que a saudade do filho recria. Eu ainda acredito.

No Response to "Para não parar de acreditar"

Leave A Reply

Comente como queira...